A alegria da previsibilidade

Mais uma vez o Manuel Alegre não surpreende. Não integra as listas do Partido “Socialista” para a Assembleia da República, mas os seus “camaradas” da Corrente de Opinião Socialista lá estarão em sua representação (a votar favoravelmente à esmagadora maioria dos projectos lei do P”S”). Assim a sua imagem ficará intacta, uma ruptura-não-ruptura com o seu partido dá-lhe crédito para continuar a criticar o Governo de José Sócrates (embora ele diga que não o quer fazer), sem nunca por em causa o mesmo. O cada vez mais responsável e social-democrata Bloco de Esquerda já veio elogiar a coerência de Alegre com as suas ideia de “Esquerda”, desta forma ganha uns votos que o símbolo do antigo P”S” detém, apoiando-o numa eventual (?) candidatura do partido do Governo nas presidenciais contra Cavaco Silva.

Na Esquerda não há nenhuma melhor forma de fazer as coisas, tudo se faz como em todo o lado: jogando. E o jogo envolve negociatas de lugares e votos. A mudança de sociedade fica em segundo plano, se é que fica em plano algum.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under bloco de esquerda, eleições, esquerda, sócrates, youri

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s