Category Archives: padres

A única forma em que eu vejo uma aproximação entre um militante comunista a uma igreja envolve gasolina e um isqueiro

Apesar do conhecido afastamento do PCP em relação à Igreja Católica, Jerónimo de Sousa e D. Jorge Ortiga acreditam que esta aproximação pode ajudar os portugueses mais carenciados.


Anúncios

4 comentários

Filed under padres, pcp, youri

Ó homem, cala-te!

Neste momento, apraz-me recuar com o pensamento quinhentos anos atrás, ou seja, aos anos 1506 e sucessivos, quando nestas terras, então visitadas pelos portugueses, se levantou o primeiro reino cristão subsaariano, graças à fé e determinação do rei Dom Afonso I Mbemba-a-Nzinga,; o reino permaneceu oficialmente católico nos séculos XVI a XVIII e com embaixador em Roma. Vedes como duas etnias muito diferentes – Banta e Lusíada – puderam encontrar na religião cristã uma plataforma de entendimento, esforçando-se por que esse entendimento perdurasse e as divergências – que as houve, e graves – não afastassem os dois reinos. Hoje cabe a vós, irmãos e irmãs, na senda destes heróicos e santos mensageiros de Deus, oferecer Cristo ressuscitado aos vossos compatriotas”. – Papa Bento XVI

É isto e não usem preservativo, que a culpa é dos portugueses.

Os bispos destacaram o reforço de esperança que o Papa veio trazer a Angola, o coração imenso que tem o povo angolano, carregado de fé, e a frase que Bento XVI disse ao chegar ao país: “Eu sou angolano”.

É como quem diz: Se os portugueses já não vão evangelizar os angolanos, eu trato do assunto.

1 Comentário

Filed under internacional, padres, youri

O sexo tem que acabar em África

O Papa Bento XVI acha que, em vez da fome e a miséria, deve-se acabar com o sexo em África. É a única explicação para ele ter dito que os preservativos não ajudam a combater a SIDA.

Deixe um comentário

Filed under padres, youri

Ah sim, porque ser celibatário é normalíssimo!

Um padre considerado importante na associação dos padres veio dizer (num Casino, local consagrado) que “a homossexualidade não é normal”.

Eu concordo com o padre. De facto há coisas que não são normais. Uma delas é ver mulheres e homens, aos magotes, ao Domingo de manhã a entrarem em edifícios desconfortáveis para comerem hóstias dadas por um padre que ninguém sabe se lava as mão (onde anda a ASAE?). Também não acho que seja normal haver gente que acredita (ou diz acreditar) numa coisa que nunca viram. Também não me parece normal a associação dos padres continuar a meter-se em bicos de pés, tentanto imiscuir-se nos assuntos do Estado.

Caro padre importante achas porventura normal as vagas de despedimentos a que assistimos? E sobre o Capitalismo, forma desumana e criminosa de organização económica e social? O que tem a tua associação e o seu presidente Alemão a dizer do assunto? Já sei, “enriquecimento é pecado”. Boa, a tua associação é o maior proprietário do Mundo!

Faz-me imensa confusão o seguinte: os padres dizem que

“Os homossexuais não podem providenciar a formação das crianças, porque uma criança para ser formada normalmente precisa de um pai e de uma mãe e não de dois pais ou de duas mães”
Hey, I’ve got news for you…os padres também não! Do que se conclui que não é normal ser padre e celibatário.

Logo de seguida, o tal padre importante disse qualquer coisa a respeito de casamentos entre católicas e muçulmanos, na linha daquilo que outro padre importante tinha dito há umas semanas. Eu se fosse
católico queixava-me, sinceramente. Se eu me quisesse casar com uma muçulmana também não tinha direito a estes conselhos?

Deixe um comentário

Filed under igor marques, nacional, padres