Category Archives: nazi-fascismo

Um exemplo de ovelha negra

“Salazar” preso por com dinheiro falso.

5 comentários

Filed under imigração, nazi-fascismo, racismo e xenofobia, youri

Já era sem tempo

John Demjanjuk, ex-guarda prisional do campo de concentração de Sobibor que esteve envolvido na morte de 29.000 pessoas, vai ser julgado na Alemanha aos 89 anos de idade. É tarde, demasiado tarde. Viu demasiadas vezes o nascer e o por do sol.

O pior é que há pelo menos 10 criminosos nazis que nunca foram apanhados. Dois deles sabemos por onde andam, mas os seus países de acolhimento (num caso a Áustria e noutro a Alemanha) recusam-se a extraditá-los.

Deixe um comentário

Filed under nazi-fascismo, youri

Isto também deve ser tradição

147 casos de coma alcoólico na Queima das Fitas de Coimbra. Hospital da Universidade Coimbra diz que o número é “normal” comparativamente aos outros anos.

Ainda me pergunto como acham esta inventada pseudo-tradição fascista uma coisa divertida, com bons valores (seja lá o que isso for), de fraternidade e de acolhimento? Há pouca coisa que abomino mais do que praxe académica.

3 comentários

Filed under nacional, nazi-fascismo, praxe, youri

Esquizofrenia

Através do blogue Agitação fico a saber que na Polónia se vive num absurdo estado colectivo de esquizofrenia traumática. Depois de quererem banir a imagem do Lenine e do Che Guevara, põe-se agora a hipótese do músico Lenine ser proibido de actuar naquele país.

Que a Polónia é um dos países onde muito dificilmente colocarei um dia os meus pés, era uma certeza há muito adquirida. Mas nunca pensei que ainda continuassem com estas paranóias neo-McCarthystas de autêntica perseguição política a quem quer que se aproxime do Comunismo.

Compreendo que um povo, que de tão Católico fez da Polónia um segundo Vaticano ,tenha muitos pruridos. Viver 40 anos sobre um regime opressivo, falsamente designado de “Socialista” e completa marioneta do Imperialismo Soviético é uma experiência histórica bastante má e que os  Polacos, com razão, não querem repetir. Porém, e passados 20 anos da recuperação do Capitalismo liberal e do poder da hierarquia padresca no país, estes ataques ao Comunismo são preocupantes e não devem ser tolerados. Não se trata de purgar a História recente. Trata-se de calar toda uma classe aos interesses da burguesia e da ideologia dominante.

Este caso, e todos os outros, trazem ainda uma outra questão. Como membro da UE, a Polónia é um país tido como “democrático”. Ora, e como diz o outro, mas que raio de democracia é esta?

ADENDA: o autor do post original no blogue Agitação chamou a atenção para a verdade dos factos e para a confusão que pode ser feita ao ler-se o post da sua autoria. Leiam então a caixa de comentários e o post dele no seu blogue para mais esclarecimentos.

3 comentários

Filed under igor marques, internacional, nazi-fascismo, Uncategorized

Santa Comba Dão é a terra do cabrão 2

Através do blogue O Castendo, descobri que o presidente da CM de Sta Comba Dão não é afinal nenhum paspalho proto-fascista. Ora um autarca que gasta um terço do orçamento da Câmara Municipal em “outros” e “diversos” de paspalho nada tem. E de proto-fascista só não tem o “proto”.

Daqui a uns anitos, o largo “inaugurado” a 25 de Abril vai mudar de nome.

Deixe um comentário

Filed under 25 de abril, corrupção, igor marques, nacional, nazi-fascismo

Santa Comba Dão é a terra do cabrão

Confesso que sobre este assunto não consigo escrever nada sem elevar a língua de Camões ao nível Bolhanense, por isso envio-vos directamente para a melhor reacção que vi a tamanha filha-da-putice.

Morte ao fascismo.

1 Comentário

Filed under igor marques, nacional, nazi-fascismo, salazar

O Paço do Duque não foi da PIDE, esqueçam lá isso

Graças ao aviso dos Caminhos da Memória fiquei a saber que o novo empreendimento imobiliário na António Maria Cardoso, de nome Paço do Duque, é tão hábil a esquecer-se de uma parte importante da história como as manipulações de fotografias de dirigentes soviéticos.

Recomendo a todos que abram o site, oiçam os violinos e vejam a apresentação sépia de um sinal de comodidade, de um estilo de vida em pleno Chiado num edifício com história. A partir daí é a parte mais ridícula: um relato da história deste edifício, do século XIV em que era propriedade dos futuros Duques de Bragança, até… 1640 em que lá ocorreu uma reunião em que se decidiu que o 1º de Dezembro seria o dia da Restauração da Independência. Pelo meio ainda há um conto sobre o Duque de Bragança.

É absolutamente normal ue se tenham esquecido que durante décadas foi a sede da PIDE/DGS, que lá foram interrogadas e torturadas centenas de pessoas e que no dia 25 de Abril de 1974 vários disparos foram feitos para rua, tendo morto várias pessoas.

Mas não, isto também não é branquamento do fascismo.

4 comentários

Filed under nazi-fascismo, salazar, youri